setembro 24, 2011

NÓS.

Ele me faz gostar dele cada dia mais. Desejá-lo. E amar mais... a mim mesma. Faz eu me sentir melhor por tão diferentes motivos. E eu adoro isso.
Mas só você conseguia fazer eu amar o "nós", o conjunto. Só você conseguia fazer eu deixar de lado toda a minha individualidade, todo o meu egocentrismo e pensar em algo que não começasse com "eu quero", "eu preciso". Com você, eu pensava no "nós" o tempo todo. Com você, eu me preocupava com o "nós" o tempo todo. E era sempre "o que nós precisamos". Chegando, por diversas vezes, a deixar de lado as minhas vontades, que sempre foram tão soberanas a qualquer outra coisa, pra pensar no que era melhor pra nós. Nós dois.
E, por vezes, eu me pergunto se não foi esse o problema. Se ao deixar de lado as minhas vontades para pensar nas nossas, eu acabei criando um medo - talvez, irracional - de um dia me anular totalmente por você, por nós. De me tornar uma daquelas pessoas tão dependentes do outro.
E agora sou eu, de novo, e todo o meu individualismo. Ainda me perguntando se é melhor se anular por amor ou viver a vida toda sem realmente saber o que é isso enquanto me coloco sempre em primeiro lugar.

Um comentário:

Thaty Teixeira ♥ disse...

Nooooossa adorei o texto.! De verdade mesmo achei muito lindo e verdadeiro. Tu arraza! Saudades garotinha :)